sábado, 4 de fevereiro de 2012

Governo define quatro eixos para erradicação da pobreza extrema

Agricultura familiar, aquicultura, carcinicultura e qualificação profissional serão as quatro áreas em que o Governo do Maranhão trabalhará de forma mais intensa com o objetivo de erradicar a pobreza extrema no estado. Os eixos foram definidos, na tarde desta quinta-feira (2), no encerramento da reunião que discutiu o Projeto de Erradicação da Pobreza Extrema no Maranhão. O evento contou com a presença do vice-governador Washington Luiz Oliveira, e do secretário de ações estratégicas da Secretaria Nacional de Assuntos Estratégicos, Ricardo Paes de Barros.

Para o vice-governador Washington Luiz, a reunião foi bastante proveitosa. “Saímos deste debate conscientes de que o estado está em crescimento, portanto, queremos fazer um desenvolvimento equilibrado, auto-sustentável e o encontro buscou também este objetivo”, declarou.

Conforme explicou o coordenador do encontro, o secretário de Assuntos Estratégicos, Alberto Franco, como produto do encontro será entregue à governadora Roseana Sarney um planejamento para a execução do Projeto de Erradicação da Pobreza Extrema. “Em março, os técnicos do Ministério de Assuntos Estratégicos retornam ao Maranhão, já com todo o desenho pronto para levar à governadora, para começarmos a captação de recursos e execução dos programas”, acrescentou o secretário.

Ricardo Paes de Barros enfatizou que os dados apresentados demonstram que o Maranhão está tendo forte atuação na redução da pobreza extrema na zona rural. “Nesse encontro, também foram discutidas ações a serem desenvolvidas com base nas riquezas do próprio estado e de seus recursos naturais, fazendo com que se promova a inclusão produtiva”, finalizou Ricardo Paes de Barros.

Nos dois dias, o evento teve participação de secretários de Estado, a exemplo do de Desenvolvimento Social, Francisco Gomes; de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Conceição Andrade; de Agricultura, Pecuária e Pesca, Cláudio Azevedo; de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo; de Ciência e Tecnologia, Olga Simão; do Trabalho e Economia Solidária, José Antonio Heluy; e de Direitos Humanos e Cidadania, Luiza Oliveira, além de diretores de diversos órgãos.

Fonte: secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário