segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Médicos do SUS devem suspender atendimento no Maranhão

Os médicos que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) no Maranhão devem paralisar o atendimento à população nesta terça-feira (25) para reivindicar melhores condições de trabalho e maior remuneração.

A ação terá duração de 24 horas, de acordo com a Federação Nacional dos Médicos (Fenam).

A paralisação deverá ocorrer em outros onze Estados - Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rondônia, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Em outros quatro Estados (Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo), a categoria pretende fazer manifestações públicas, com possibilidades de paralisação do atendimento também. Nos outros dez Estados e o Distrito Federal não houve confirmação de participação dos médicos na manifestação.

A Comissão Pró-SUS, composta por representantes da Fenam, do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB), quer chamar a atenção para os problemas que afetam o setor e que comprometem a qualidade do atendimento à população.

Em nota, a Fenam informou que, nos estados em que houver paralisação, o atendimento médico deixará de ser feito de acordo com os seguintes critérios: serão suspensos os atendimentos eletivos (consultas, exames, cirurgias e outros procedimentos). A categoria, no entanto, informou que ficará assegurado o trabalho nas unidades de urgência e de emergência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário