sábado, 29 de outubro de 2011

Lula é diagnosticado com câncer na laringe e passará por quimioterapia

ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi diagnosticado com um tumor na laringe e passará por tratamento de quimioterapia a partir desta segunda-feira. As informações foram divulgadas pelo Hospital Sírio-Libanês, nesse sábado (29).
Lula sentiu rouquidão e dores na garganta durante uma comemoração particular ao longo da semana, o que o levou a consultar um médico. Na última quinta-feira, ele completou 66 anos. 
Segundo as primeiras informações, o tumor está localizado e não apresentaria ramificações. O tratamento será ambulatorial, ou seja, o ex-presidente irá ao hospital fazer quimioterapia e voltará para a sua casa. Segundo os médicos, ele "encontra-se bem".

O câncer de laringe, confirmado pelo hospital, geralmente ocorre mais em homens, especialmente em fumantes e consumidores de bebida alcoólica, características que se enquadram no perfil do ex-presidente.

Lula comandou o país de 2002 até 2010, período no qual o Brasil demonstrou vigoroso crescimento econômico, e conseguiu eleger sua sucessora, a atual presidente Dilma Rousseff. Na presidência, o político ganhou reconhecimento internacional e ganhou amplo destaque na mídia graças a seu histórico. Em 2009, foi lançado um filme sobre a sua vida. 

"Geralmente, esse tipo de câncer é descoberto de maneira oportuna, sem desconfiança prévia. Surge de uma reclamação de rouquidão crônica ou dores nas articulações próximas da laringe. Como o diagnóstico divulgado pelo Sírio-Libanês indica o uso de quimioterapia, fica claro que se trata de um tumor maligno, o que caracteriza o câncer", explicou à Globo News o médico Luiz Fernando Correia. 

Confira abaixo a nota divulgada pelo hospital:
"O Ex-Presidente da República, Sr. Luís Inácio Lula da Silva realizou exames no dia de hoje no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, tendo sido diagnosticado um tumor localizado de laringe.
Após avaliação multidisciplinar, foi definido tratamento inicial com quimioterapia, que será iniciado nos próximos dias. O paciente encontra-se bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial.
A equipe médica que assiste o Ex-Presidente é coordenada pelos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski, Gilberto Castro e Rubens V. de Brito Neto.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário