domingo, 1 de maio de 2011

Feliz Dia do Trabalhador!

Feliz Dia do Trabalhador a todos os trabalhadores e trabalhadoras!

Segue um breve histórico de fatos relacionados ao 1º de maio que recebi por e-mail de Silmar Braga e achei conveniente postar aqui no blog.
Forte Abraço,
Vereador Zé Lima
...
Foi no dia 1º de Maio de 1886, que 500 mil trabalhadores saíram às ruas de Chicago, nos Estados Unidos, em manifestação pacífica, exigindo a redução da jornada para oito horas de trabalho. A polícia reprimiu a manifestação, dispersando a concentração, depois de ferir e matar dezenas de operários.
Ainda inconformados, pois consideravam abusivas as horas diárias de trabalho, por isso, os operários voltaram às ruas quatro dias depois, no dia 5 de Maio de 1886, e foram novamente reprimidos. Com oito líderes presos, quatro trabalhadores executados e três condenados a prisão perpétua.
Mas a luta não parou e com a solidariedade internacional que pressionou o governo americano a anular o falso julgamento e a elaborar novo júri, em 1888. Os membros do júri reconheceram a inocência dos trabalhadores, culparam o Estado americano e ordenaram que soltassem os três presos.
Foi então que em 1889 o Congresso Operário Internacional, reunido em Paris, decretou o 1º de Maio, como o Dia Internacional dos Trabalhadores, um dia de luto e de luta. Mas foi somente no ano em 1890, que os trabalhadores americanos conquistaram a redução da jornada de trabalho para oito horas diárias.
Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.
Fatos importantes relacionados ao 1º de maio no Brasil:
- Em 1º de maio de 1940, o presidente Getúlio Vargas  instituiu o salário mínimo. Este deveria suprir as necessidades básicas de uma família (moradia, alimentação, saúde, vestuário, educação e lazer)
- Em 1º de maio de 1941 foi criada a Justiça do Trabalho, destinada a resolver questões judiciais relacionadas, especificamente, as relações de trabalho e aos direitos dos trabalhadores

Nenhum comentário:

Postar um comentário