segunda-feira, 18 de abril de 2011

SAMU 192 – MAIS UMA CONQUISTA PARA NOSSO MUNICÍPIO

Atualmente o SAMU 192 está presente em todos os estados brasileiros distribuídos em vários municípios a disposição de mais 150 milhões de pessoas.

Agora, podemos incluir o município de São Pedro da Água Branca na lista dos beneficiados pelos serviços do SAMU.

É com muita alegria que recebemos a notícia de que hoje (18/04) chegará a nossa cidade uma Ambulância do SAMU.

Esse é mais um benefício para o povo são-pedrense. Uma aquisição conquistada com o esforço do prefeito Vanderlúcio, do Secretário de Saúde Peixoto, e todo do governo municipal.

É algo que merece ser comemorado. Ao mesmo tempo, devemos torcer para que o mínimo de pessoas necessite dos seus serviços.


Parceria: Governo Municipal, Estadual e Federal
Em relação ao Serviço Móvel de Urgência e Emergência o governo federal entra com uma contrapartida mensal a municípios e estados com projetos aprovados de SAMU, bancando 50% do custeio mensal desses serviços.

Como Funciona?
O SAMU realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, contando com as Centrais de Regulação, profissionais e veículos de salvamento.
As Centrais de Regulação tem um papel indispensável para o resultado positivo do atendimento; sendo o socorro feito após chamada gratuita, para o telefone 192. A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações.
Esse mesmo médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um posto de saúde; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma UTI móvel, com médico e enfermeiro. Com poder de autoridade sanitária, o médico regulador comunica a urgência ou emergência aos hospitais públicos e, dessa maneira, reserva leitos para que o atendimento de urgência tenha continuidade. 

Quando chamar o SAMU? 
* Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios
* Em casos de Intoxicação exógena
* Em caso de queimaduras graves
* Na ocorrência de maus tratos
* Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto
* Em casos de tentativas de suicídio
* Em crises hipertensivas
* Quando houver acidentes/traumas com vítimas
* Em casos de afogamentos
* Em casos de choque elétrico
* Em acidentes com produtos perigosos
* Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte 

Nenhum comentário:

Postar um comentário